Blog Ibramed

Todos os parâmetros do Nèartek

Nesta matéria, serão abordados todos os parâmetros que o equipamento Nèartek, nosso lançamento nacional em tecarterapia e o mais completo em âmbito global, oferece. Todos os parâmetros do Nèartek Apesar de possuir diversos parâmetros e aplicadores, o Nèartek oferece uma forma de utilização simples e fácil. Para isso, será explanado, nesta matéria, cada um dos… Continuar lendo Todos os parâmetros do Nèartek

neartek_tecarterapia_ibramed
Imagem apresentando o equipamento Nèartek (tecarterapia).

Nesta matéria, serão abordados todos os parâmetros que o equipamento Nèartek, nosso lançamento nacional em tecarterapia e o mais completo em âmbito global, oferece.

Todos os parâmetros do Nèartek

Apesar de possuir diversos parâmetros e aplicadores, o Nèartek oferece uma forma de utilização simples e fácil. Para isso, será explanado, nesta matéria, cada um dos parâmetros, a fim de que sejam devidamente determinados para cada paciente e para cada indicação diferente.

Frequências do Nèartek

Decerto, o Nèartek possui frequências fixas que podem ser ajustadas, sendo elas: 0,5MHz, 0,6MHz, 0,7MHz, 0,8MHz, 0,9MHz e 1MHz.

  • Frequência de 500kHz: mais utilizada na área de reabilitação física, como demonstrado no estudo de Alguacil-Diego et al. (2019)1, que observaram melhora da dor no pescoço, após o uso de tecarterapia com frequência de 448kHz. Assim como no estudo de Coccetta (2018)2, que obteve melhora significativa de força, função física e a dor em pacientes com osteoartrite, utilizando a tecarterapia de 500kHz;
  • Frequência de 1MHz: mais utilizada na área de estética, como demonstrado no estudo de Alster e Tanzi (2004)3, que descreveram melhora significativa na flacidez de pele da face e do pescoço de pacientes tratados com termoterapia. Doshi e Alster (2005)4 obtiveram uma melhora moderada nas rugas faciais em três tratamentos, com intervalos de três semanas, utilizando a frequência de 1MHz.

Outras opções de frequência do Nèartek

Além de possuir as frequências fixas de 500kHz e 1MHz, o Nèartek possui as opções de frequência alternada e frequência varredura automáticas.

  • Frequência alternada: as frequências de 500kHz e 1MHz se alternam a cada 30 segundos;
  • Frequência varredura: as frequências variam de 0,5MHz, 0,6MHz, 0,7MHz, 0,8MHz, 0,9MHz e 1MHz a cada 10 segundos.

Essas opções de frequências foram implementadas no Nèartek em virtude de que no estudo de Van der Lugt et al. (2009)5, foi utilizada a radiofrequência, variando entre as frequências de 0,6MHz a 2,4MHz e ajustando a frequência para alcançar distintas profundidades no tecido.

Modos do Nèartek

 

Imagem apresentando o equipamento Nèartek (tecarterapia). *Rack opcional.

O Nèartek possui o modo contínuo, ou seja, o modo de operação, onde a dose total de energia é entregue de maneira contínua, causando efeitos térmicos e hipertérmicos, permitindo a vasodilatação, a oxigenação e o aumento da microcirculação e da temperatura interna.

Só para exemplificar, os efeitos fisiológicos desse aumento de temperatura são: redução de espasmos e contraturas musculares, vasodilatação com aumento do fluxo sanguíneo local (contribuindo para o suprimento de oxigênio e para a aceleração da reabsorção hemorrágica) e ativação das principais reações metabólicas6,7.

Além disso, o Nèartek possui o modo pulsado, isto é, o modo de operação, onde a dose total de energia é entregue de maneira pulsada, sendo que o ciclo de trabalho deve ser ajustado de 5 a 95%, de acordo com o objetivo terapêutico desejado, podendo, nesse caso, ser atérmico.

Nesse efeito, ocorre uma mobilização de íons, com otimização das respostas celulares, gerando efeitos de bioestimulação celular, analgesia e drenagem linfática local, indicados principalmente para lesões agudas e/ou subagudas, explorando a interação da tecarterapia nos tecidos com pouco ou nenhum efeito térmico, sem causar aumento no processo inflamatório, que ocorre por consequência do aumento da temperatura do tecido8.

Potência do Nèartek

Sua potência pode variar de 1 a 120W, podendo ser ajustada antes e/ou depois de iniciar o tratamento. Esse parâmetro está intimamente relacionado ao efeito desejado do paciente, uma vez que, quanto maior a potência utilizada, maior o aumento de temperatura que irá ocorrer e, com isso, os efeitos fisiológicos também aumentam.

Protocolos do Nèartek

Seus protocolos possuem uma potência sugerida, a qual pode variar em relação ao sensorial e à tolerância do paciente e, por isso, a sensação térmica deve estar de acordo com o objetivo terapêutico desejado, da mesma forma que a potência deverá estar de conformidade com a sensação térmica do paciente.

Sensação térmica do Nèartek

O termômetro que aparece nos protocolos do Nèartek indica a sensação térmica que o paciente deve relatar, sendo necessário correlacionar o modo (contínuo ou pulsado) com a potência (1 a 120W) e com a frequência (500kHz a 1MHz) com a finalidade de obter o objetivo desejado.

Atérmico – o paciente não deve sentir nenhuma sensação de calor (temperatura corporal);

Térmico – o paciente deve sentir uma sensação de calor confortável (37 – 39°C);

Hipertérmico – o paciente deve sentir uma sensação de calor intenso (40 – 42 °C).

Tempo de tratamento com o Nèartek

Imagem apresentando o equipamento Nèartek (tecarterapia) com os aplicadores decapolares resistivos (ponteiras metálicas) e capacitivos (ponteiras ionizadas).

A princípio, a capacidade de retração do colágeno com a energia térmica não é um conceito novo na área médica, visto que as fibras de colágeno são constituídas por uma tripla hélice de proteína com pontes intercadeias, criando uma estrutura cristalina.

Em primeiro lugar, estudos indicam que as fibras de colágeno, quando são aquecidas a uma temperatura correta por um determinado tempo, devido à quebra das pontes de hidrogênio intramolecular, podem induzir à imediata contração do tecido e do seu espessamento.

Em segundo lugar, os estudos matemáticos descrevem que a temperatura de 57°C a 61°C é citada como a temperatura de retração do colágeno, sendo que a temperatura superficial fica em torno de 40°C a 42°C.

Aliás, a contração imediata do colágeno pode ser induzida com a finalidade de tratar disfunções estéticas, bem como: rejuvenescimento, tratamento de flacidez de pele ou outros sinais de envelhecimento.

Em relação ao tempo, experiências de aquecimento hidrotérmico realizadas em amostras retiradas de diferentes regiões de cápsulas da articulação glenoumeral de cadáveres apontam para uma correlação entre a temperatura máxima alcançada e a quantidade de retração do tecido, mostrando que a exposição ao aquecimento a 65°C, por 10 minutos, resultou em 10% de contração do colágeno.

Sendo assim, para o parâmetro tempo, é necessário ajustar a potência a fim de atuar na temperatura desejada, com o intuito de obter o resultado esperado.

Além disso, esse tempo deverá estar compatível com o tamanho da área de tratamento e com o tamanho de aplicador, uma vez que o tempo de 10 minutos está descrito nos protocolos pré-programados em uma área de 300cm2.

 

Referências bibliográficas

1 – Alguacil-Diego IM; Fernández-Carnero J; Laguarta-Val S; Cano-de-la-Cuerda R; Calvo-Lobo C; Martínez-Piédrola R; Luna-Oliva LC; Molina-Rueda F. (2019). Analgesic effects of a capacitive-resistive monopolar radiofrequency in patients with myofascial chronic neck pain: a pilot randomized controlled trial. Revi da Assoc Méd Bras, 2019:65(2);156-164.

2 – Coccetta CA, Sale P, Ferrara PE, et al. Effects of capacitive and resistive electric transfer therapy in patients with knee osteoarthritis: a randomized controlled trial. Int J Rehabil Res. 2019;42(2):106–111.

3 – Alster, T.S.; Tanzi, E. Improvement of Neck and Cheek Laxity with a Nonablative Radiofrequency Device: A Lifting Experience. Dermatologic Surgery, 30:503–507, 2004.

4 – Doshi S.N.; Alster, T.S. Combination radiofrequency and diode laser for treatment of facial rhytides and skin laxity. Journal of Cosmetic and Laser Therapy, 000: 1–5, 2005.

5 – Van der Lugt C, Romero C, Ancona D, Al-Zarouni M, Perera J, Trelles MA. A multicenter study of cellulite treatment with a variable emission radio frequency system. Dermatol Ther. 2009;22(1):74–84.

6 – Calibet, J. Tratado de la transferencia electrica capacitiva. Barcellona: Doyma, 1992. pp. 54-56.

7 – Ganzit, P., Stefanini, L., & Stesina, G. Tecar® Therapy In The Treatment Of Acute And Chronic Pathologies In Sports. FMSI (Italian Sports Medicine Federation) -CONI Institute of Sports Medicine, Torino, 2000.

8 – Molina, A., Eschacho, B., Molina, V., & Mariscal S. Cervicalgia, lumbago sciatica: application of capacitive energy transfer system. Rehabilitation Unit, University Hospital of Valladolid, Barcelona, 2009. pp. 65.

 

Para dúvidas técnicas, envie um e-mail para: duvidas@ibramed.com.br, ou entre em contato com a fisioterapeuta responsável via WhatsApp: (19) 9 9928-3409.

Para adquirir o Nèartek, clique aqui e encontre a revenda IBRAMED mais próxima de você, ou entre em contato com a nossa equipe de Vendas via WhatsApp: (19) 9 9995-8029 ou via e-mail: vendas@ibramed.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.